segunda-feira, 31 de maio de 2010

VOLTEI!!! VOLTEI... VOLTEI!!!!

Achavam que eu vos ia deixar em paz?! Enganaram-se, bem enganadinhos... Isso nunca!! Voltei e vão ter que me aturar... 8)

quinta-feira, 13 de maio de 2010

P'la Mor de Deus... Estamos em Maio e chove e trovuja e cai saraiva e tá um frio desgraçado!! S. Pedro, qual foi a parte, do estamos em Maio, que não percebeste?! Diz lá, que eu faço o favor de te explicar... Para perceberes bem, até te faço um desenho!! Se calhar, vou aproveitar, para amanhã ir meter uma cunha ao Papa, para ver se Ele fala contigo, já que a nós meros Humanos, tu não ligas nenhuma.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Será, que quando morremos, fica só um corpo?! Que a pessoa, a alma, a forma de ser sai desse corpo?! Ultimamente, muito tenho ouvido (infelizmente) "o corpo, ainda não está em casa.". Fico meia sem saber o que pensar... E a pessoa, tudo o que ela foi, onde é que está? Está nesse corpo, ou simplesmente desapareceu no meio das pessoas que amam esse corpo?! Há coisas que com o passar dos tempos e com a idade, me custam a perceber e a aceitar... Esta é uma delas!! Aquele ser, que um dia nos fez rir ou chorar, que nos fez Feliz ou infeliz, com quem tivemos conversas e mais conversas, com quem partilhamos imensos momentos de tristeza e alegria, com que passeamos... Onde é que está isso?! Onde é que fica esse ser? Morre com o corpo? Mas, não é só o corpo que morre? A essência da pessoa, ou a própria pessoa não morre? Ao que nos agarramos, para não sofrer tanto? Ao corpo que nos dão, para fazermos o luto, ou à pessoa que não sabemos muito bem para onde vai? Não quero acreditar, que o corpo e a essência ou alma da pessoa, caminham lado a lado na morte... A alma, não pode desaparecer assim de um momento para o outro!! O corpo, não é nem mais nem menos, do que um bocado de carne visível, que sustenta todo o nosso ser... O corpo, é uma caixa de cartão, onde é transportado com o maior do cuidado, o conteúdo que lá foi colocado... Quando a caixa se desfaz, o conteúdo fica sem moradia. Será, que encontra outra?! Será que é colocado numa caixa ao lado do corpo, de forma a não viver? Para que caminho isto nos leva? Ultimamente, esta pergunta, tem assombrado a minha mente... Haverá resposta possível para isto a que damos o nome de MORTE?!

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Acromicistas!!

Alguém me explica, porque é que o gajo que nos inventou tinha que ser tão minucioso e tão parvinho a inventar nomes?! É que não bastava um nomesinho assim mais fatela... Teve que ser ao pormenor. Olhem só, que nomes bonitinhos que eu arranjei aqui só num abrir e fechar de olhos... Chanfraduras costais, Articulação acronioclavicular, Articulação do tipo trocleartrose, Articulação Gleno-úmeral, Trocânter maior e menor. Não, isto não são nomes de pessoas estrangeiras, são mesmo nomes de ossos, ligamentos e afins... Mas melhor que isso tudo, ainda são os nomes daqueles ossinhos pequeninos e formam o punho e o tornozelo. É que já não bastava serem muitos (8 em cada mão e 7 em cada pé), ainda tem os nomes, mais esquisitos e patéticos, que eu já vi nos anos da minha pequena vida... Ora vejam lá, na mão temos o Escafoíde, Semilunar (que nada tema ver com a lua), Piramidal, Pisiforme, Trapézio, Trapezoíde, Capitado e Uniciforme. No pé e ainda mais bonito, temos o Talús, o Astrágalo, Calcâneo, Cuboíde e os Três Cuniformes. Ora digam-me lá se isto não era tudo desnecessário... Não bastava só, serem numerados?! Era muito mais simples... Ou então em vez de terem estes nomes estranhos, terem uns mais em conta... Sei lá!! Uma coisa como Benfica, Porto, Sporting, Boavista, Braga, Guimarães... Era mais fácil, para se decorar e perceber... 8) Agora assim, fica-me na cabecinha uma salgalhada se grelos, que eu até ando a roda e vejo estrelinhas... Pior que isso, é que já me estou a ver a sonhar, toda a noite com articulações e fémures e escapulas e ilíacos e coisas que mais. Mas pior, pior que isso é que ainda estamos nos ossos e eu, quero ver como vai ser quando, nos virarmos para os músculos... Vai ser o delírio da galera!!! 8)

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Até onde?!

Este post, segue no mesmo pensamento do último... Não sei, se neste todos teremos a mesma opinião...

Quando não acontece a alguém que nos toque, ou que esteja perto uma pessoa não dá o devido valor, mas depois de pensarmos duas vezes ficamos a achar, que é um pouco desumano. Isto, em relação à doação de órgãos... Não, não sou contra a doação de órgãos, longe de mim!! O que aqui está em causa, é como as coisas muitas vezes acontecem... Por exemplo, até que ponto é humano, manter uma pessoa viva, deixando que os seus órgãos se regenerem, para depois fazer o favor de a tirar do coma induzido e a deixar morrer, para lhos retirar?! Eu sei, que isso é correcto e que é assim, que deve ser e blablabla... Mas agora vamos ver por outro lado!! O que sentirá a família, os amigos, as pessoas próximas?! Não sei se me faço entender... Mas pensando duas vezes sobre o assunto, fico arrepiada... Volto a dizer que concordo com tudo o que fazem e que se fosse comigo, ou com os meus, queria que o fizessem... Mas ao mesmo tempo, penso no sofrimento das pessoas e no humanismo que isso implica ou não. Volta a ser um pau de dois bicos... Se por um lado, tudo bem porque, vamos ajudar outras pessoas....por outro, vão estar a "matar-nos" lentamente e a fazer sofre... Porque acredito, que por muito que digam aos familiares, que não há grandes possibilidades de recuperação, ou até que os ponham a par da situação, a esperança é a última a morrer. E aqui, é que mora algum desumanismo... Deve ser muito difícil para os familiares e amigos, terem que passar por isso!! Mas isto sou eu, a falar...

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Se sofressem um acidente grave e ficassem de tal forma, que passariam o resto da "vida", em forma de vegetal o que é que preferiam?! Morrer ou viver nesse estado vegetal?!

Eu preferia morrer, mas sei que possivelmente os meus pais me queriam deitada numa cama de hospital, fosse de que forma fosse!! Isto é um pau de dois bicos...

domingo, 2 de maio de 2010

Inacreditavel...

Quando eu digo, que em minha casa acontecem coisas, bastante estranhas, é porque acontecem mesmo!! Ora vejam esta...

Hoje é dia de comer arrozinho do forno, com batatinhas assadas, lombo e franguinho aqui pá menina... Eis que a Minha Mãe, ontem temperou o lombo com sal e vinho branco (dizia Ela). Hoje quando fomos para almoçar, descobrimos que em vez de termos o lombo e as batatinhas assadas a saber a ao costume, sabia quê?! (Pensem, mas pensem muito) Podem dar os vossos melhores palpites, que não se chegam lá... Pois que tínhamos o lombo temperado, nem mais nem menos, com LIXÍVIA... Sim, leram bem!! Era mesmo lixívia... Agora digam lá, que eu não tenho razão!! Só por aqui, é que estas coisas acontecem... 8)